terça-feira, 15 de setembro de 2009

Por que ser feliz é tão difícil?!

Certa vez vendo uma entrevista, que não me recordo agora exatamente com quem, foi feita a seguinte pergunta: “Pra você, por que o homem veio ao mundo?”, e a pessoa respondeu: “Pra ser feliz!”. A resposta foi simples assim, sem rodeios e sem titubear. E eu parei pra pensar e constatei que de fato nós estamos sempre na busca por essa tal felicidade, esteja ela em um relacionamento, em uma carreira de sucesso ou na união da família.
Mas por que é tão difícil ser feliz?! Por que estamos sempre nessa busca sem fim? A princípio bastaria o simples pacote: amor, saúde e dinheiro no bolso.
Mas o homem é um eterno insatisfeito. Pra ter dinheiro não basta pagar o aluguel e as contas no final do mês, temos que poder pagar viagens, carro do ano, jantares, hotéis cinco estrelas.
Saúde? Não basta o simples fato de não estarmos doentes, temos que ter o corpo magérrimo, sarado e irresistível.
Na vida profissional não adianta ter um emprego estável, com o salário todo final de mês, temos que ser a estrela da empresa e brilhar como profissional competentíssimo.
No amor?! Não adianta ter uma pessoa bacana com quem podemos contar, fazer sexo de vez em quando e dividir uma pizza no domingo, isso é pensar pequeno. Temos que estar visceralmente apaixonados, fazer sexo selvagem todos os dias, declarações de amor eterno, jantares a luz de vela, enfim queremos AMOR, todo maiúsculo.
Quer saber o que eu acho? Ter um “coberto de orelha fixo” pode ou não ser sinônimo de felicidade. Você pode ser feliz solteiro, ser feliz com ‘ficas’ ocasionais, ser feliz com um namorado, ou sem nenhum. O amor nunca é minúsculo, nunca é pequeno. O amor é sempre grande, e maior deles é o amor-próprio.
Quanto ao money, dizem que ele não compra felicidade. E acho que não compra mesmo, claro que ajuda bastante. Mas por que não usufruir do que temos agora? O amanhã nunca se sabe. Acho que não compensa ficar juntando, juntando, juntando... vamos gastá-lo com o que nos apetece, um cinema ou um bom livro. Fazer um pezinho de meia é bom, mas sem exageros.
E a saúde?! A maior dádiva do ser humano. Ok, tudo bem se você não tem o corpinho da Juliana Paes, mas ao acordar sinta o ar entrando pelos seus pulmões, abra o olhos e corra para ver o azul do céu. Estar vivo, gozando de sua plena saúde física e mental e a coisa mais maravilhosa desse mundo.
Então vamos ser felizes. Do jeito que der, do nosso jeito, com ou sem dinheiro. Solteiro ou acompanhado. Magro ou gordo. Feio ou bonito. A felicidade é simples, não deixemos ela escapar por não percebermos sua simplicidade, ser feliz é simples assim. Ser feliz é navegar por águas tranquilas e seguras. Já dizia Mário Quintana: "A felicidade transmite paz e não sentimentos fortes, que nos atormenta e provoca inquietude no nosso coração. Isso pode ser alegria, paixão, entusiasmo, mas não felicidade...". Felicidade é sinônimo de paz.

Beijos, beijos, beijos \o/

2 comentários:

Lanna disse...

tá certo.... vamos prestar mais atenção no q temos e não no q não temos!!! com certeza as coisas positivas são superiores às negativas, mas teimamos em supervalorizar as coisas ruins e subestimar as coisas boas.... grande erro!!! vamos ser felizes!!!!

;*****

Cláudio."Alguém que quase desacreditou da vida". disse...

Com certeza devemos ficar contentes todos os dias com que o que temos. Fácil sabemos que não é pois problemas existem. Concordo plenamente que o amor nos deve trazer paz. Procuro isso todos os dias em minha vida e com certeza vou encontrar.